90 ANOS

Na passagem dos seus 90 anos, Braguinha vem sendo homenageado em vários eventos. Impossível não se render ao carisma e ao talento deste que, sem dúvida, é uma das grandes figuras da nossa música popular brasileira.

Homem da música, do cinema, e de tantas quantas foram as oportunidades que a vida lhe deu, Braguinha soube brilhar como poucos.

E mesmo estando agora nesta fantástica rede de comunicação, que é a Internet, chegando sem fronteiras a todos os cantos do planeta, podemos ainda dizer:


Braguinha, o mundo ainda é pouco para você !


CARINHOSO BRAGUINHA - 90

Jantar comemorativo dos 90 anos do compositor, foi realizado no sábado de Aleluia, dia 29 de março no Rio Palace Hotel, no Rio de Janeiro.

Seu convite é uma obra de arte, assinada e numerada por LAN.

Os convidados foram recepcionados pela Confraria do Garoto, seguindo-se o coquetel com sucessos de Braguinha tocados pelo maestro Anselmo Mazzoni.

O jantar contou com a presença do Ministro da Cultura, representando o Presidente da República, Prof. Fernando Henrique Cardoso.


MINHA TERRA TEM BRAGUINHA

Tendo como cenário o Teatro II do Centro Cultural Banco do Brasil, o espetáculo musical reviveu os sucessos de Braguinha, em todas as terças-feiras do mês de março.


CD BRAGUINHA 90 ANOS

A REVIVENDO e a TODAMÉRICA unem-se para homenagear o nosso Braguinha, lenda viva da música popular brasileira, pela passagem dos seus 90 anos de existência.

O repertório foi selecionado por sua filha, Maria Cecília, e é exclusivamente carnavalesco, traduzindo o talento e a alegria com que seu pai, geração após geração, tem brindado o povo brasileiro.

São páginas que, a cada carnaval, readquirem a magia e a vibração de outros tempos, porque são eternas no seu espírito e na sua beleza.


MEDALHA PEDRO ERNESTO

Com sessão solene na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, em 26 de março, Braguinha recebeu a medalha Pedro Ernesto, por proposta do vereador Aureo Ameno.

Emocionando o plenário desta casa com a sua presença, foi homenageado por Agnaldo Timóteo cantando Copacabana, música-símbolo do seu eterno amor pelo Rio de Janeiro, razão maior desta justa homenagem.