MEMÓRIA MUSICAL

A MULATA É A TAL
(Braguinha - Antônio Almeida)
Branca é branca, preta é preta  
mas a mulata é a tal, é a tal!
Quando ela passa todo mundo grita:
Estou aí nessa marmita?
Quando ela bole com os seus quadris
eu bato palmas e peço bis
Ai, mulata, cor de canela!
Salve, salve, salve, salve ela!